PARA: Beji Caid Essebsi, Presidente da República da Tunísia, e Assembleia dos Representantes do Povo

O artigo 230 tem prejudicado muita gente na Tunísia – está na hora de acabar com isso.

Pedimos que façam a coisa certa e anulem de uma vez por todas a lei antigay da Tunísia.

Esta campanha terminou.

Siga a gente no Facebook e no Twitter para receber atualizações sobre nossas campanhas atuais.

ATUALIZAÇÃO - 13 de agosto de 2018: Como esperado, o Presidente da Tunísia fez um comunicado hoje – mas não disse nada sobre legalizar a homossexualidade. Não vamos desistir. Vamos continuar pressionando os legisladores tunisinos para colocar em discussão um projeto que derrube de vez a lei antigay.

--------------------

ATUALIZAÇÃO - 10 de agosto de 2018: Mais de 40 organizações e ativistas do mundo todo assinaram uma carta aberta para o Presidente da Tunísia, Beju Caid Essebsi, pedindo que revogue do Código Penal do país o Artigo 230, que criminaliza a homossexualidade. Você pode ler a carta aqui, em inglês e francês.

--------------------

Em agosto de 2017, o presidente da Tunísia montou um comitê para reavaliar as leis discriminatórias do país. O conselho foi claro: a lei antigay da Tunísia deve ser revogada. 

O próximo passo para que isso aconteça tem que ser dado pelo presidente Beji Caid Essebsi.

As pessoas LGBT + têm lutado com unhas e dentes para legalizar o amor na Tunísia, e agora temos uma oportunidade única para que isso aconteça.

Assine agora e peça para que as autoridades da Tunísia acabem de uma vez por todas com a lei antigay.

Publicado em 18 de junho de 2018.

Esta campanha é realizada em parceria com a Shams – Pour la dépénalisation de l'homosexualité en Tunisie.

Essa é uma campanha da All Out Action Fund, organização sem fins lucrativos, registrada na categoria 501(c)(4) da Receita Federal dos Estados Unidos.