Objetivo

50,000

assinaram

0

Para: Carsten Spohr, Diretor Executivo do Grupo Lufthansa

Uma funcionária do Grupo Lufthansa, assediou um cliente com insultos homofóbicos repetidas vezes.

Depois de tentar várias vezes que o Grupo Lufthansa tomasse uma atitude, ele entrou na justiça e venceu, mas sua empresa nunca se desculpou nem se comprometeu a impedir que isso aconteça de novo. Vocês até promoveram a funcionária que cometeu o abuso! 

Queremos que vocês se desculpem publicamente pelo incidente e treinem sua equipe para tratar seus clientes, LGBT+ ou não, com dignidade e respeito.

Você gostaria de receber notícias sobre o resultado dessa campanha?

Por causa de novas regulamentações, só poderemos entrar em contato para avisar se a petição de Marko deu certo se você se inscrever para receber os nossos emails.

Sim
Não

Você tem certeza? Se você escolher ‘Sim”, entraremos em contato para dizer se há alguma novidade sobre a luta de Marko. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Se você selecionar “Não”, nós não vamos inscrevê-lo, mas armazenaremos suas informações para a entrega da petição.

Imagine essa situação: você está fazendo check-in num aeroporto e a funcionária da companhia aérea pergunta se você participou da Parada do Orgulho LGBT+ que aconteceu na cidade, só para dizer logo em seguida que "todos os gays deveriam ser mortos".

Foi exatamente isso que aconteceu com o Marko, membro da All Out na Sérvia, no balcão do Grupo Lufthansa*, em Belgrado. 

Marko solicitou várias vezes que o Grupo Lufthansa, responsável pela Swiss Air, tomasse uma atitude em relação ao comportamento da funcionária, mas não obteve resposta. Então ele processou a Swiss Air e a Austrian Airlines, ambas parte do Grupo Lufthansa, e venceu.

Mas a empresa nunca se desculpou, nem se comprometeu a fazer algo para impedir que isso aconteça de novo. Para piorar, eles promoveram a funcionária que cometeu o abuso!

Assine a petição do Marko e peça ao Grupo Lufthansa que se desculpe publicamente e treine sua equipe para tratar seus clientes com dignidade e respeito.

Publicado em 6 de agosto de 2018.

* O Grupo Lufthansa é proprietário da Austrian Airlines, da Swiss International Air Lines, da Brussels Airlines e da Eurowings.

Essa é uma campanha da All Out Action Fund, organização sem fins lucrativos, registrada na categoria 501(c)(4) da Receita Federal dos Estados Unidos.