Objetivo

60,000

assinaram

0

Para: Corpo de Bombeiros da Itália

Costantino Saporito, bombeiro e sindicalista do Unione Sindicale di Base, está correndo o risco de perder o emprego por sair de uniforme na Parada do Orgulho LGBT. 

Acreditamos que o bombeiro não fez nada de errado por desfilar na parada, por isso insistimos que Constantino não seja demitido.

Atualização - 12 de setembro de 2017: Mais de 55 mil assinaturas foram entregues ao chefe de gabinete do Ministro do Interior e ao chefe do Corpo de Bombeiros da Itália antes da audiência de Costantino. O juiz concedeu que não há "regulamentação clara e específica" sobre a questão. O veredito final será anunciado nos próximos dias.

-----------------

Constantino é hétero e está correndo o risco de perder o emprego como bombeiro simplesmente por ter marchado na Parada do Orgulho LGBT. 

No mês passado, ele saiu de uniforme na Parada com alguns amigos em Roma. Algumas semanas depois, ele recebeu uma carta oficial acusando-o de envergonhar e ridicularizar a corporação.

Logo ele terá de enfrentar uma audiência disciplinar que vai decidir como ele deve ser "punido". Se ele não tiver o apoio de milhões de pessoas, provavelmente perderá o emprego.

Por favor, assine a petição e diga ao Corpo de Bombeiros da Itália que ninguém deve ser demitido por defender a igualdade.

Esta campanha é realizada com Roma PrideMario Mieli | Circolo di Cultura OmosessualeUnione Sindacale di Base.

Publicado em 1 de agosto de 2017

Essa é uma campanha da All Out Action Fund, organização sem fins lucrativos, registrada na categoria 501(c)(4) da Receita Federal dos Estados Unidos.