Objetivo

50,000

assinaram

0

Brasil: Diga NÃO à "cura gay"!

Um juiz do Distrito Federal decidiu que psicólogos e psicólogas podem oferecer "atendimento profissional pertinente à (re)orientação sexual"

Na prática, essa decisão abre uma brecha para “tratamentos" ou "terapias" que prometem "corrigir" a orientação sexual ou identidade de gênero de alguém – a chamada "cura gay".

Acrescente seu nome e diga NÃO à "cura gay".

No mundo todo, políticos homofóbicos e fundamentalistas religiosos tentam promover a "cura gay" – "terapias" mentirosas que prometem "corrigir" a orientação sexual ou identidade de gênero de pessoas LGBT. 

Além de mentirosas, as chamadas "terapias de conversão" são extremamente perigosas. Depressão e comportamento autodestrutivo são comuns em quem sofre esse tipo de abuso. 

Permitir essas práticas no Brasil – um dos países que mais mata pessoas LGBT no mundo – é abrir a porta para mais violência e discriminação. 

Assine agora e manifeste-se agora contra a "cura gay"! 

Essa campanha é realizada em parceria com a ABGLT

Publicado em 20 de setembro de 2017.

Essa é uma campanha da All Out Action Fund, organização sem fins lucrativos, registrada na categoria 501(c)(4) da Receita Federal dos Estados Unidos.