Objetivo

200,000

assinaram

0

Para: Autoridades federais russas

Mais de 100 homens foram presos e torturados sob suspeita de serem gays ou bissexuais na Chechênia. Pelo menos seis foram assassinados.

Queremos uma investigação imediata desses crimes atrozes e que todos os responsáveis pelas prisões, torturas e mortes de homens gays e bissexuais na Chechênia enfrentem a justiça.

ATUALIZAÇÃO - 4 de outubro de 2017: As audiências na justiça dos quatro ativistas russos detidos durante a entrega da petição, em maio, já aconteceram e todos foram multados em 10.000 rublos - cerca de 175 dólares. Eles entraram com recurso contra a decisão e agora aguardam a nova audiência. Foram retiradas todas as acusações contra Yuri, o ativista da All Out que também foi detido no evento. 

--------------------

ATUALIZAÇÃO - 4 de julho de 2017: Nas últimas semanas, parecia que já não havia novas prisões de homens gays na Chechênia, mas a Russian LGBT Network recebeu mais ligações em sua linha telefônica de emergência. Os sobreviventes informaram que as prisões recomeçaram. Além disso, agora há indícios de que pelo menos 6 pessoas morreram devido às perseguições.

--------------------

ATUALIZAÇÃO - 12 de maio de 2017: Os 5 ativistas – incluindo Yuri, que é um membro da equipe de campanhas da All Out – foram soltos da detenção e estão em segurança. Um julgamento acontecerá em 29 de maio. Iniciamos uma campanha de arrecadação de fundos para ajudar com o pagamento de multas, taxas legais e outros custos emergenciais resultantes da detenção dos ativistas. Por favor, faça uma doação para nos ajudar a seguir lutando, com ainda mais força, por justiça para os homens gays perseguidos na Chechênia: https://go.allout.org/pt/a/detained-in-moscow/

--------------------

ATUALIZAÇÃO - 11 de maio: Um de nossos colegas acaba de ser detido em Moscou, junto de outros ativistas, ao tentar entregar mais de 2 milhões de assinaturas contra a perseguição anti-gay na Chechênia. Continuaremos acompanhando a situação e trabalhando para libertá-los.

--------------------

ATUALIZAÇÃO - 5 de maio: Graças à pressão internacional, as autoridades russas anunciaram que vão investigar a situação na Chechênia. Antes, eles haviam declarado que deixariam a investigação a cargo das próprias autoridades chechenas. Continuaremos acompanhando para garantir que a investigação seja conduzida de maneira adequada, e que os responsáveis respondam por esses crimes.

--------------------

Homens gays estão sendo capturados e presos na Chechênia, Rússia.

Durante o fim de semana surgiu a notícia de que mais de 100 homens foram presos sob suspeita de serem gays. Há relatos de pessoas torturadas, espancadas e obrigadas a dar informações sobre outros gays na região. Pelo menos três homens foram assassinados.

“Na Chechênia nem existem gays” – foi a resposta oficial das autoridades.

Exija que as autoridades federais russas investiguem imediatamente essas atrocidades e punam os responsáveis por prender, torturar e matar homens gays na Chechênia.

Esta campanha é realizada em parceria com a Rede LGBT da RússiaA All Out também está realizando uma campanha de arrecadação emergencial para ajudar a Rede LGBT da Rússia a retirar da Chechênia homens gays que correm risco de serem presos e torturados. Faça uma doação aqui.

Publicado em 4 de abril de 2017.

Essa é uma campanha da All Out Action Fund, organização sem fins lucrativos, registrada na categoria 501(c)(4) da Receita Federal dos Estados Unidos.